Menu
segundo turno

Segundo turno entre Bolsonaro e Lula em votação tensa

1 ano ago 0 47

O tão esperado “confronto de titãs” está aqui. Na eleição presidencial de domingo, 2 de outubro, as duas maiores figuras políticas do Brasil se enfrentarão: na extrema direita, o chefe de Estado cessante, Jair Bolsonaro, e na esquerda, o ex-sindicalista e presidente (2003- 2011), Luiz Inácio Lula da Silva. Um duelo de alto nível, histórico e perigoso, em um país, polarizado e eletrizado como nunca antes.

Na véspera da eleição, o candidato de esquerda estava em grande parte na liderança. Lula teria 50% dos votos expressos (excluindo brancos e nulos), contra 36% para Bolsonaro, segundo a última pesquisa do instituto de pesquisas públicas Datafolha , deixando em aberto a possibilidade de vitória para o líder do Partido dos Trabalhadores. Partido (PT) no primeiro turno. O Trabalhista Ciro Gomes e a centrista Simone Tebet têm 6% e 5% de intenção de voto respectivamente, contra 0% a 1% para os sete candidatos restantes.

Nas últimas semanas, Bolsonaro tentou de tudo para ganhar terreno entre os segmentos mais pobres do eleitorado. Aumento dos mínimos sociais, vales de energia, cortes de impostos – quase 8 bilhões de euros terão sido gastos em uma operação sem precedentes para comprar votos. O presidente também forçou a gigante do petróleo Petrobras a baixar seus preços e, em meados de setembro, o preço médio da gasolina caiu para 4,97 reais (0,94 euro), seu menor nível em dois anos.

Uma campanha marcada pela violência
Para tranquilizar os eleitores moderados, Bolsonaro também tentou suavizar sua imagem. Embora em 7 de setembro, dia do bicentenário da independência, muitos esperassem que ele convocasse a insurreição, ele não o fez. Em vez disso, o candidato de extrema-direita atacou juízes, pesquisas, a esquerda e urnas eletrônicas.

O segundo turno chegou, esperamos apenas que as pessoas se respeitem mais e a democracia prevaleça.